Acompanhe-nos pelo facebook:

 

                 

 

https://www.facebook.com/pages/Flor-do-Carmelo-Bauru/222142264591711

 

E pelo Instagram

Resultado de imagem para instagram símbolo
https://www.instagram.com/grupo_flor_d/
 
 

  (14) 98119-5540 - Contate para nos conhecer ou deixar sua intenção.

 
 
 
 
 

Bem-vindo!

PAZ E ALEGRIA!

Nós somos o Grupo Flor do Carmelo, pequena florzinha de Nossa Senhora do Carmo, estamos buscando viver a espiritualidade carmelitana na cidade de Bauru, centro-oeste paulista desde 23 de agosto de 2010, quando nos reunimos a primeira vez, ainda na casa de Juliana e Fábio, estes já estavam caminhando com a Comunidade irmã de Nossa Senhora do Carmo de Avaré-SP.

Atualmente nos reunimos na Paróquia Imaculada Conceição - R. Cyrênio Ferraz de Aguiar, nº 3-104 - Pres. Geisel em Bauru-SP todo 3º domingo às 17:00h.

 

                       

 

À todos os(as) irmãos(as) que tenham sede de intimidade com o Senhor e buscam uma espiritualidade para viver e uma comunidade para partilhar, estamos de braços abertos para acolhê-lo, aqueles que simplesmente desejam conhecer mais da espiritualidade do Carmelo, estamos felizes de por este meio partilhar com todos deste grande tesouro.

 

 

3° Congresso de Casais da OCDS - Província São José.

 

De: 30/08 a 01/09

Local: Centro Teresiano de Espiritualidade – São Roque / SP

 

Tema: “Matrimônio, caminho de santidade.”

Lema: “Sede santos, porque Eu sou Santo.” (Lv. 11,44).

 

PÚBLICO ALVO:

- Casais das comunidade e grupos da OCDS;

- Casais de outros movimentos ou pastorais que vivem a espiritualidade carmelitana;

- Casais da Igreja em geral e que queiram conhecer mais de perto a OCDS.  

 

VALOR DA TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O CASAL: R$ 700,00 (Podendo haver parcelamento, sendo a última parcela até a data do Congresso) – Inclui: Inscrição; Hospedagem; Alimentação; Material de apoio.

 

DADOS PARA DEPÓSITO:

BANCO: Itaú

AGÊNCIA: 0156

CONTA CORRENTE: 06234-1

TITULAR: Associação das Comunidades da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares no Brasil da Província São José.

 

ENVIAR O COMPROVANTE PARA O E-MAIL: comissaodecasaisocds@gmail.com (assunto do e-mail: Comprovante do Congresso 2019)

 

Inscrições on-line através do link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeVklb_KL4LAvlcMKHUmq_jaALXvXOUaD7NE9OrKP0xhkDr5Q/viewform?usp=sf_link

 

 

PROGRAMAÇÃO:

 

1° Dia:

16:00h – Acolhida;

17:30h – Santa Missa;

18:30h – Jantar;

19:30h – Abertura oficial do Congresso;

20:00h – Adoração ao Santíssimo Sacramento e Completas;

21:00h – Descanso.

 

2° Dia:

07:30h – Santa Missa com Laudes;

08:30h – Desjejum;

09:30h – Palestra: Exortação do Santo Padre sobre o chamado à santidade no mundo atual - Fr. Maycon, OCD;

10:30h – Coffee Break;

11:00h – Terço Mariano;

12:00h – Almoço;

14:00h – Palestra: O exemplo de São Luiz e Santa Zélia na educação dos filhos - Renato e Alessandra - Casal da Comunidade Sagrada Família de São Paulo;

15:00h – Coffee Break;

15:30h – Deserto/ vivência e oração a três;

17:00h – Vésperas;

18:30h – Jantar;

20:00h – Sessão pipoca - exibição do filme: Diário de uma paixão

 

3° Dia:

07:30h – Santa Missa com Laudes;

08:30h – Desjejum;

09:30h – Palestra: Família de Nazaré: Espelho para o casal - Wilson e Neide, OCDS - Casal da Comunidade S. José de Sete Lagoas/MG;

10:30h – Coffee Break;

11:00h – Avaliação e encerramento oficial do Congresso;

12:00h – Almoço.

 

Fraterno abraço,

Comissão de Casais da OCDS

3° Congresso de Casais da OCDS - Província São José.
 
De: 30/08 a 01/09
Local: Centro Teresiano de Espiritualidade – São Roque / SP
 
Tema: “Matrimônio, caminho de santidade.”
Lema: “Sede santos, porque Eu sou Santo.” (Lv. 11,44).
 
PÚBLICO ALVO:
- Casais das comunidade e grupos da OCDS;
- Casais de outros movimentos ou pastorais que vivem a espiritualidade carmelitana;
- Casais da Igreja em geral e que queiram conhecer mais de perto a OCDS.  
 
VALOR DA TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O CASAL: R$ 700,00 (Podendo haver parcelamento, sendo a última parcela até a data do Congresso) – Inclui: Inscrição; Hospedagem; Alimentação; Material de apoio.
 
DADOS PARA DEPÓSITO:
BANCO: Itaú
AGÊNCIA: 0156
CONTA CORRENTE: 06234-1
TITULAR: Associação das Comunidades da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares no Brasil da Província São José.
 
ENVIAR O COMPROVANTE PARA O E-MAIL: comissaodecasaisocds@gmail.com (assunto do e-mail: Comprovante do Congresso 2019)
 
Inscrições on-line através do link:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeVklb_KL4LAvlcMKHUmq_jaALXvXOUaD7NE9OrKP0xhkDr5Q/viewform?usp=sf_link
 
 
PROGRAMAÇÃO:
 
1° Dia:
16:00h – Acolhida;
17:30h – Santa Missa;
18:30h – Jantar;
19:30h – Abertura oficial do Congresso;
20:00h – Adoração ao Santíssimo Sacramento e Completas;
21:00h – Descanso.
 
2° Dia:
07:30h – Santa Missa com Laudes;
08:30h – Desjejum;
09:30h – Palestra: Exortação do Santo Padre sobre o chamado à santidade no mundo atual;
10:30h – Coffee Break;
11:00h – Terço Mariano;
12:00h – Almoço;
14:00h – Palestra: O exemplo de São Luiz e Santa Zélia na educação dos filhos;
15:00h – Coffee Break;
15:30h – Deserto/ vivência e oração a três;
17:00h – Vésperas;
17:30h – Descanso;
20:00h – Noite da pizza dançante (recreio)
 
3° Dia:
07:30h – Santa Missa com Laudes;
08:30h – Desjejum;
09:30h – Palestra: Família de Nazaré: Espelho para o casal;
10:30h – Coffee Break;
11:00h – Avaliação e encerramento oficial do Congresso;
12:00h – Almoço.
 
Fraterno abraço,
Comissão de Casais da OCDS

PAZ, HUMILDADE, MANSIDÃO

 
AUTOR: IR. EMELLY TAINARA SCHNORR, EP

 

 

 

Estarão os fundamentos da vida interior reservados apenas às almas que vivem no interior de um mosteiro, entregando-se à contemplação?

Convento de Carmelitas Descalças_2.jpg

 

Do outro lado da imensidão do Oceano, numa das mais quentes áreas da Andaluzia, encontra-se o antigo palácio dos Condes de Palma. Sua construção, em estilo mudéjar, chama a atenção pela antiguidade e história, mas, sobretudo, por acolher uma realidade muito mais alta e sublime: a comunidade das Carmelitas Descalças de Écija, conhecidas como as “Teresas” em homenagem à grande Madre Fundadora.

Ao cruzar o átrio do prédio, as primeiras impressões começam a invadir nossa alma e nos convidam a levantar as vistas para panoramas superiores, que se contrapõem às preocupações terrenas. Já no claustro, arcos rústicos e firmes parecem simbolizar a solidez dos princípios que regem o cotidiano entre aquelas paredes. Cruzes frias, duras e nuas, penduradas em seus muros, lembram a quem ali mora o supremo sacrifício de Cristo; enquanto na capela, o suave e perseverante bruxulear da lamparina convida com insistência a nos unirmos ao Doce Jesus, verdadeiramente presente no tabernáculo em Corpo, Sangue, Alma e Divindade, sob as espécies eucarísticas.

As salas e as celas do mosteiro são marcadas pela simplicidade, visando facilitar a oração e a meditação, tão necessárias a nós e agradáveis a Deus. E o conjunto do prédio encontra-se envolvido por uma atmosfera sobrenatural que enche a alma de doce e pacífico refrigério.

Chamam a atenção, de fato, a calma e serenidade que pairam naquele ambiente monacal, dominado por um silêncio apenas cortado pelo chilrear dos pássaros ou pelos passos de uma carmelita que se desloca discreta, atendendo ao toque do sino e parece viver em constante diálogo com os Anjos e com Deus.

Tal silêncio envolve e apazigua o espírito, convidando a esquecer o que ocorre fora daquele ambiente recolhido e bendito. Com palavras mudas e imponderáveis, mas quão eloquentes, ele parece dizer:

– Meu filho, pare e contemple quanta coisa há de belo neste mundo sagrado que não são as preocupações do dia a dia, que não é o terra a terra, que não é o agir-agir. Em cada um de nós existe um mundo interior no qual Deus toma contato com a nossa alma. É o mundo do sobrenatural, que de um modo misterioso filtra até nós e se torna sensível ao nosso espírito.

Tomados por essa atmosfera, nos deparamos com uma placa afixada em lugar bem visível que adverte: “A mansidão, a humildade e a paz são os fundamentos da vida interior”. Ora, quão bem resume esta frase o segredo da vida monástica! Se nos encantamos com a robustez e a sobriedade dos arcos do claustro ou com a luminosidade tamisada da capela, se nos sentimos atraídos pelo bimbalhar do sino ou se somos afagados pelas bênçãos que exalam de todo o ambiente, a razão disto está na vida interior das pessoas que ali habitam. A construção nada é se as almas não estão em graça, pois são elas “quais pedras vivas” (I Pd 2, 5), que fazem deste lugar um edifício espiritual.

Estarão, contudo, os fundamentos da vida interior reservados apenas àqueles a quem Deus pede a renúncia ao esplendor e à glória do mundo para brilhar somente para Ele nas clausuras, entregando-se à contemplação? É evidente que não! Dos divinos lábios de nosso Salvador brotou um ensinamento, no qual está consignado o meio grandioso, e ao mesmo tempo simples, de todo e qualquer batizado alcançar a mansidão, a humildade e, em consequência, obter a paz: “Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas” (Mt 11, 29).

 

Fonte:  CORRÊA DE OLIVEIRA, Plinio. Palestra. São Paulo, 13 set. 1972. (Revista Arautos do Evangelho, Nov/2012, n. 131, p. 50-51)

 

Obra valiosa sobre a vida da Serva de Deus, Leônia, aprendamos deste exemplo de santidade o grande valor da Humildade.

 

A imagem pode conter: 2 pessoas

 

Promoção de lançamento: 
DE R$ 59,00 por apenas R$ 49,00

Faça seu pedido pelo e-mail: editora@sagradafamilia.net.br

 

POESIA & CARMELO

 
                               Imagem relacionada
 

 

POESIA: A MARIA IMACULADA

 

Oh, guarda-me sempre casta e pura,

Preserva-me de toda a falta,

Vela com cuidado sobre meu fraco coração

Para que agrade ao Bem-Amado Salvador.

Que se pareça a um jardim solitário,

Que Jesus se agrade deste canteiro,

Que se digne visitá-lo muitas vezes,

Oh, que Ele aí permaneça constantemente,

Que Ele seja o Rei, o único apoio,

O Esposo enfim, o divino Amigo,

E que visitando-o a toda a hora

Nele faça a sua demora.

Porque meu coração está sempre com Ele,

E noite e dia pensa sem descanso

No Celeste e divino Amigo

A quem queria demonstrar sua ternura.

Também se eleva a Ele de desejo:

Não morrer, mas longamente sofrer,

Sofrer para Deus, dar-Lhe sua vida,

Rezando pelos pobres pecadores.

Oh, tal é minha santa inveja!

Da imortal e santa Pátria,

Virgem bendita, Ó doce Maria,

Tu velarás sobre meu débil coração.

Tu o guardarás sempre casto e puro

Preservando-o de toda a falta

A fim de que agrade a meu doce Salvador.

 

Santa Elisabete da Trindade

Ser Carmelita

 
 
 
Vocação – palavra que usamos habitualmente e não sabemos bem o seu significado.
 
Vocação: é a graça que Deus nos concede para que possamos realizar aquilo a que nos chama.
 
É a capacitação que Deus nos concede para realizar algo. Deus capacita todos os chamados, ou seja, ele dá os meios, os instrumentos para segui-Lo.
 
Chamados a ser carmelita.
 
Se Deus te chamou a vida carmelitana, quer dizer que Ele te deu tudo o que necessitas para chegar a ser um bom carmelita.
 
Deus não chama ninguém a mediocridade.
 
Deus chama a ser em plenitude.
 
Ser carmelita é uma vocação específica, diferente de qualquer outra família religiosa. Ser carmelita é diferente de ser capuchinho, diferente de ser beneditino, diferente de ser marista, diferente de ser diocesano.
 
Por que é diferente?
 
Porque temos um carisma próprio – peculiar – de viver o Evangelho.
 
Temos um estilo, um modo, um jeito de seguir Jesus Cristo diferente das outras Congregações religiosas.
 
O que é ser Carmelita?
 
1º) Ser uma pessoa de oração.
 
Somos conhecidos na Igreja como uma família dedicada à oração. Precisamos mudar a nossa mentalidade a respeito da oração.
 
A oração não pode ser apenas um momento de repetir fórmulas prontas, mas um momento de intimidade com Deus.
 
A oração para nós “é um relacionamento de amizade com Aquele que sabemos que nos ama”.
 
A oração nasce da necessidade de um coração fascinado – atraído – enamorado – encantado por Deus.
A oração é...
- a água que vitaliza;
- o sol que ilumina;
- o motor que move e
- o alimento que fortalece
Ser orante e não apenas fazer oração. Viver na presença de Deus. Colocar os nossos olhos unicamente no Cristo. No dizer de Santa Teresinha: “Não se passou três minutos de minha vida sem que eu pensasse em Deus”.
 
2º) Viver em fraternidade.
 
O desejo de Santa Teresa de que reinasse em nossas comunidades o espírito de família.
 
Fraternidade = Frater = Frei = Irmão. Devemos viver como irmãos uns dos outros.
 
Diz Santa Teresa: Nessa casa ...
- todos hão de se amar;
- todos hão de ser amigos;
- todos hão de se querer bem;
- todos hão de se ajudar;
- todos hão de ser iguais.
 
Para tanto precisamos dialogar. Conhecer para amar.
 
Quanto mais santa tanto melhor de conviver.
 
3º) Ser alegre.
 
Com Santa Teresa se retoma o aspecto festivo da Vida religiosa.
 
Devemos ser realizados em nossa vocação e dar testemunho da alegria de ser carmelita.
 
Devo viver a minha vocação com alegria e não como um peso ou um castigo.
 
Diz Santa Teresa: “De santos tristes, livre-nos Deus”.
 
Não pessoas azedas, não pessoas carrancudas, não pessoas fechadas em si mesma, mas sim pessoas alegres, vibrantes, contentes, entusiasmadas.
 
Quanto mais santo, tanto mais alegre.
 
Por isso Santa Teresa introduz juntamente com as duas horas de oração mental, duas horas de recreação. Momento de lazer, de diversão comunitária.
 
4º) Amar e servir a Igreja.
 
Santa Teresa contempla as grandes necessidades da Igreja em sua época e busca fazer tudo o que está ao seu alcance para ajudar a Igreja.
 
Amor filial: “Enfim morro filha da Igreja”
 
Quis que seus filhos estivessem ao serviço da Igreja: “Se não servires a Igreja, não terá cumprido com sua vocação”.
 
Comunhão – adesão –membros desse Corpo de Cristo.
 
Temos uma missão dentro da Igreja: FAZER COM QUE TODOS SEJAM AMIGOS FORTES DE DEUS.
 
5º) Ter a Virgem Maria como Mãe, Irmã, Modelo e Protetora.
 
O Carmelo é todo de Maria.
 
Desde o nosso nascimento no Monte Carmelo carregamos essa inestimável graça de ser reconhecidos como a Ordem de Maria.
 
Maria muito mais que nossa mãe e protetora é o grande modelo de vida. Ela é a que ouve a palavra, medita em seu coração e a põe em prática.
 
Para ouvir a Deus precisamos silenciar, por isso o carmelita é um grande amante do silêncio. No dizer de São João da Cruz: “Uma só palavra falou o Pai, Jesus Cristo, e falou no eterno silêncio e em silêncio deve ser ouvido pela alma”.
 


 

Para meditar devemos estar em sintonia com Deus, nos desligar de outras preocupações e aprender do próprio Deus. Ele é o nosso “Mestre interior”, o nosso “Livro vivo”.





Postado por Edna de Jesus no Blog da Comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus - OCDS - São Roque em 1/25/2014 12:48:00 AM

O ESCUDO DA ORDEM

 

 

A representação do escudo carmelita aparece pela primeira vez em 1499 na capa de um livro sobre a vida de Santo Alberto. Neste desenho o símbolo gráfico aparece sob a forma de um vexillum (estandarte), que logo depois foi modificando-se nos detalhes até assumir a atual forma de escudo heráldico. Não existe uma explicação oficial do escudo, e, por isso mesmo, há uma diversidade de interpretações. Apresentamos aqui as interpretações mais comuns e sensatas.

No escudo tradicionalmente utilizado encontramos 6 elementos:

Uma montanha

Uma montanha estilizada, em geral de cor marrom, com as ladeiras curvadas, cujo cimo se projeta para o céu. Refere-se ao Monte Carmelo, lugar de origem da Ordem do Carmo, mas também categoria que simboliza um caminho espiritual, um projeto de vida, um itinerário para a união com Deus.

Uma cruz no cimo da montanha

No século XVII os Carmelitas Descalços ajuntam uma cruz no cimo da montanha. Também algumas províncias dos Calçados a usam também a partir deste mesmo século, especialmente na espanha. A Província Ciciliana dos Carmelitas da Antiga Observância colocavam a cruz da terra santa no alto do monte. Com o tempo o símbolo foi se definindo como distintivo dos descalços. A Cruz, nossa única esperança, representa o amado Cristo a quem o Carmelita serve com sua consagração e a quem busca unir-se.

Três estrelas

Os símbolos do escudo que mais gera diferentes interpretações são justamente estas estrelas. Uma, dourada, no centro do monte, abaixo; outras duas douradas fora do monte, no céu. Uma interpretação comum interpreta as estrelas como símbolos de personagens importantes da Ordem, estrelas de primeira grandeza, portanto, que brilham no céu do Carmelo. Na lógica desta interpretação a estrela do centro seria o símbolo da Virgem Maria e as outras duas Santa Teresa e São João da Cruz, para os Descalços; Santo Elias e Santo Eliseu, para os Calçados. Alguns ainda querem que uma das duas estrelas acima represente São José. Mas há uma outra interpretação que leva em conta o lugar das estrelas e o fato da Virgem Maria já estar representada no escudo com a Coroa de 12 estrelas. Por isso, segundo esta tradição, a estrela que está no centro do monte, de cor prata, representaria todos os frades que escalam o monte em sua vida terrena, destinados a alcançar a glória de Deus em seu cume. A estrela está no centro, na senda do nada que leva diretamente ao alto. As duas estrelas, de ouro, no céu, representa todos os irmãos que, tendo escalado o monte, reinam com Cristo e a Virgem no céu e intercedem, e iluminam os que ainda ascendem o mesmo monte.

Uma coroa de 12 estrelas

Este é o símbolo incontestável da Virgem Maria segundo a visão de São João no Apocalipse (Apoc 12,1) e por antiga tradição vista como símbolo de Maria, mãe da Igreja, rainha dos apóstolos (12), fundamentos do novo povo de Deus.

Um braço com uma espada de fogo

O braço, segurando a espada de fogo, é inequívoca representação do profeta Elias, pai e inspirador da Ordem, zeloso do Senhor.

Uma faixa com uma inscrição

A faixa, enrolada na espada de Elias, traz a frase do profeta ao ser questionado por Deus sobre o que fazia: “estou ardendo de zelo pelo Senhor Deus dos Exércitos” [1 Re 19,10]. É o grande lema do carmelita que busca a face de Deus, se apaixona por Ele e dedica cada fibra de si mesmo pela sua causa, vivendo em obséquio de seu Cristo, rosto visível de Deus.
 



Fonte: https://www.carmelo.com.br/

 


 

Tópico: Página inicial

Filmes

Data: 02/03/2013 | De: Gabriel

Olá, Gostaria de saber nomes de filmes que é relacionado aos Carmelitas e seus Santos.
Obrigado.

Re:Filmes

Data: 04/03/2013 | De: Juliana

Olá Gabriel,

PAZ E ALEGRIA!
Graças ao Bom Deus, temos várias produções de filmes, para conhecermos um pouco mais da vida dos santos, que se complementa sempre com a leitura de seus escritos.

Tem uma série sobre a vida de Santa Teresa de Jesus, dividida em 8 capítulos, pode ser encontrado na integra no you tube. Chama-se Teresa de Jesus.
De Santa Teresinha do Menino Jesus tem uma produção francesa Thérese, também disponível no you tube.
De Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) - A Sétima Morada, em DVD. (Editora Paulinas)
Do beato Tito Brandsma - Duas Cruzes em DVD. (Editora Paulinas)
De Santa Teresa dos Andes - Com mesmo título, são 3 dvds. (Editora Paulinas)
Das Carmelitas Mártires de Compiégne - Filme antigo em preto e branco, disponível no you tube. Produção francesa excelente.
Que conhecendo mais você possa se apaixonar pelo Carmelo! Fica com Deus!

Orações pelo Santo Padre e pelo Conclave

Data: 19/02/2013 | De: Grupo Flor do Carmelo

Queridos irmãos e irmãs em Cristo,

Neste período de mudanças, oremos para que o Espírito Santo ilumine e fortaleça o Santo Padre nos últimos dias de seu pontificado e conceda a Sabedoria e Entendimento necessários aos nossos cardeais para bem escolherem o novo Papa. E que o Senhor capacite e fortaleça o novo Papa! Oremos todos, ofereçamos todos nossos sacrifícios por uma boa e santa escolha. Deus os abençoe!

Irmãs Carmelitas em Marília

Data: 17/01/2013 | De: Paula Leme

Gostaria de saber se na cidade de Marília existe algum mosteiro das irmãs carmelitas, ou a cidade mais próxima onde eu poss encontrá-las... Grata

Re:Irmãs Carmelitas em Marília

Data: 22/01/2013 | De: Juliana

Olá Paula,
Paz e alegria!
Mosteiro de irmãs carmelitas mais próximo de você, seria em Franca ou Piracicaba. Entre no site: www.carmelo.com.br, tem o endereço de todos os Carmelos no Brasil, assim você poderá entrar em contato com elas. Você deseja ser carmelita? Que o Senhor a abençoe na sua busca... Fraterno abraço.

FELIZ NATAL DO SENHOR A TODOS!

Data: 25/12/2012 | De: Grupo Flor do Carmelo

Queridos irmãos e irmãs em Cristo,

Desejamos um Santo e Feliz Natal do Senhor a todos vocês e seus familiares. E que o Menino Jesus derrame sua bençãos sobre toda a Família Carmelitana!
Um fraterno abraço.

Parabéns

Data: 09/12/2012 | De: Luciano Dídimo

Parabéns ao Grupo Flor do Carmelo pela entrada na Associação e pela iniciativa do blog, que faz com que possamos levar a espiritualidade carmelitana ao mundo de forma criativa e interativa. Grande abraço!

Re:Parabéns

Data: 10/12/2012 | De: Juliana

Obrigado Luciano por todo o apoio que nos tem dado e por sua contribuição para cada um de nós refletirmos com alegria e profundidade este tempo do Advento. Deus o abençoe!

Parabens

Data: 15/11/2012 | De: Izildinha

Oi Juliana,gostei muito que os Santos e Santas Camelitas estejam intercedendo por nosso grupo.
Bom feriado

parabéns

Data: 10/11/2012 | De: Maria Eduarda

Gostei muito da iniciativa de vocês e o blog esta muito alegre e cheio de amor!!!
Beijos
maria eduarda

1 | 2 >>

Novo comentário